KIT EMBREAGEM PEUGEOT 307 1.4 8V REMANUFATURADA

5/5

307 1.4  FLEX

307  1.4 GASOLINA E FLEX

1 Disco

1 Platô

1 Colar

Marca: RS Embreagem

Código: RS 768

Código referência Luk: 620161200

Disponibilidade: Em estoque.

Imagens meramente ilustrativas.

Garantia: 06 meses (não nos responsabilizamos pelo mau uso ou instalação indevida, causando a perda da garantia).

Recomendamos que os produtos sejam instalados por profissionais especializados. Oferecemos o serviço de instalação do kit de embreagem em nossas lojas. Consulte com nossos vendedores!!!

equipamento de tecnologia de ponta.

Através de procedimentos de remanufaturamento, as peças são montadas com os mesmos padrões de qualidade das embreagens originais, sendo desmontadas totalmente, onde são feitas as substituições dos componentes danificados por novos de total qualidade, agregando menor custo e benefício ao cliente; proporcionando ao mesmo a certeza de adquiri um produto com alta qualidade confiabilidade e garantia.

Com foco em tradição e qualidade desde 1989, a empresa RS Embreagem é pioneira na produção de peças remanufaturadas. As peças produzidas pela RS Embreagem são recuperadas com equipamentos de tecnologia de ponta. Através de procedimentos de remanufaturamento, as embreagens são montadas com os mesmos padrões de qualidade das originais, substituindo os componentes danificados por novos, agregando menor custo benefício e proporcionando ao cliente a certeza de adquirir um produto com qualidade, confiabilidade e garantia. Adquira conosco o melhor KIT EMBREAGEM REMANUFATURADA PEUGEOT 307 1.4 – 1.6 – 1.8 16V.

O nome Peugeot foi uma empresa familiar desde 1700. O primeiro da família Peugeot a se interessar pela fabricação de automóveis foi Armand Peugeot e logo após uma reunião com Gottlieb Daimler, nasceu o primeiro carro Peugeot, um modelo de três rodas movido a vapor que saiu pela primeira vez em 1889. Apenas um ano depois, o vapor foi abandonado em favor da gasolina e o modelo de três rodas foi transformado em uma versão de quatro rodas, usando um motor sob licença da Daimler.

Os números aumentaram constantemente graças a muitas inovações, como suspensão de três pontos, transmissão por engrenagem deslizante e as primeiras rodas de borracha. Os Type 12, como eram chamados, até participaram de corridas a partir de 1894.

Em 1896, a Peugeot começou a fabricar seus próprios motores, um gêmeo horizontal de 8 cavalos de potência. Naquele mesmo ano, a Peugeot desligou-se da empresa mãe administrada por seus irmãos e fundou a Societe Anonyme Des Automobiles Peugeot com uma fábrica em Adincourt. Em 1899, os carros de vendas da Peugeot chegaram a 300, o que é bastante decente, considerando que durante aquele ano apenas 1200 carros foram vendidos na França. Em 1903, a Peugeot acrescentou motocicletas à produção de sua fábrica.

Após um breve período fora das corridas, um carro da Peugeot conseguiu vencer as 500 milhas de Indianápolis com Jules Goux ao volante em 1913. O sucesso do carro foi devido à introdução das válvulas DOHC 4 por motor de cilindro. Quando a guerra começou na Europa, a Peugeot passou a fabricar armas e veículos militares, é claro.

O bom de sobreviver à guerra era que os carros agora estavam se tornando mais uma necessidade e menos um luxo, o que significava vendas maiores para a Peugeot. Em 1929 foi lançado o primeiro modelo 201, uma forma de numerar os carros que viria a ser marca registrada da montadora francesa.

Tendo sobrevivido à depressão, a empresa tentou em 1933 atrair compradores com um visual mais aerodinâmico. O modelo que saiu naquele ano tinha capota rígida retrátil, inovação que também seria apanhada pela Mercedes.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o destino da Peugeot mudou para pior, pois suas fábricas foram forçadas a construir carros e armas para o esforço de guerra alemão. No final da guerra, as fábricas foram fortemente bombardeadas e precisam de reparações. A empresa demoraria até 1948 para retomar a produção de automóveis com o modelo 203.

Este foi apenas o começo, pois uma nova série de modelos de design italiano da Pininfarina completou a linha. O sucesso desses carros determinou que a Peugeot começasse a vender nos EUA também em 1958. Nessa época, a Peugeot começou a colaborar com outros fabricantes, como a Renault (1966) e a Volvo (1972).

Na tentativa de conquistar uma fatia maior de mercado, a Peugeot comprou 30% da Citroen em 1974, assumindo totalmente em apenas dois anos o que significou uma mudança na razão social da empresa, agora PSA (Peugeot Societe Anonyme). Esta parceria significou que as duas marcas puderam fazer uso das realizações técnicas uma da outra, mas manter a sua independência em termos de design.

 

A expansão posterior do grupo PSA viu a ultrapassagem da divisão europeia da Chrysler em 1978, um investimento que se mostrou problemático, pois a maioria das instalações e maquinários da Chrysler estavam velhos e gastos. Esses modelos foram posteriormente vendidos sob a marca Talbot. Quando as vendas começaram a cair, a Peugeot decidiu suspender todos os modelos, exceto o que se tornou o 309 em 1986.

Durante os anos 90, a Peugeot recuperou parte de sua antiga fama após uma série de erros de cálculo em relação à direção geral da empresa. A atual linha de modelos visa um mercado mais luxuoso, com cortes de custos não sendo mais feitos para sacrificar a aparência geral do carro. Algumas vitórias no mundo das corridas, incluindo ralis e até a Fórmula 1, ajudaram a Peugeot nas vendas. Agora a Peugeot desenvolveu várias novas gamas de modelos, fora das séries clássicas 200, 300, 400 e 600. O 100 e o 900 são exatamente o oposto, com o 100 de olho na linha super compacta, enquanto o 900 não é para os compradores com orçamento limitado.

A montadora francesa tem até um veículo híbrido na marca, uma versão do 307, com motor 4 cilindros, 16 válvulas opção 1.6 e 2.0, 151CV (álcool) e 143CV (gasolina). Transmissão Manual ou automática. A carroceria rígida e o isolamento acústico bloqueiam a maioria dos ruídos da estrada e os motores são silenciosos, a menos que você esteja trabalhando duro com um dos motores diesel.

Você pode esperar obter alguma economia de combustível incrível de nossa escolha da gasolina diesel de 1,6 litros 110bhp para corresponder a um desempenho decente. Outros motores diesel também continuarão por muitos quilômetros em um tanque, enquanto os motores a gasolina de 1,4 e 1,6 litros são bons e econômicos também.

Procurando o KIT EMBREAGEM REMANUFATURADA PEUGEOT 307 1.4 – 1.6 – 1.8 8V 01/…? Conte conosco para atendê-lo. Temos a melhor embreagem remanufaturada do Brasil!!!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *