KIT EMBREAGEM BLAZER 2.8 8V REMANUFATURADA

5/5

BLAZER DLX SUV 2.8 8V MWM 4.07TCA DIESEL (2002 – 2005)

BLAZER EXECUTIVE SUV 2.8 8V MWM 4.07TCA DIESEL (2004 – 2010)

BLAZER COLINA SUV 2.8 8V MWM 4.07TCE DIESEL (2005 – 2010)

1 Disco

1 Platô

Marca: RS Embreagem

Código: RS 1768

Código referência Luk: 623242509

Disponibilidade: Em estoque.

Imagens meramente ilustrativas.

Garantia: 06 meses (não nos responsabilizamos pelo mau uso ou instalação indevida, causando a perda da garantia).

Recomendamos que os produtos sejam instalados por profissionais especializados. Oferecemos o serviço de instalação do kit de embreagem em nossas lojas. Consulte com nossos vendedores!!!

equipamento de tecnologia de ponta.

Através de procedimentos de remanufaturamento, as peças são montadas com os mesmos padrões de qualidade das embreagens originais, sendo desmontadas totalmente, onde são feitas as substituições dos componentes danificados por novos de total qualidade, agregando menor custo e benefício ao cliente; proporcionando ao mesmo a certeza de adquiri um produto com alta qualidade confiabilidade e garantia.

Com foco em tradição e qualidade desde 1989, a empresa RS Embreagem é pioneira na produção de peças remanufaturadas. As peças produzidas pela RS Embreagem são recuperadas com equipamentos de tecnologia de ponta. Através de procedimentos de remanufaturamento, as embreagens são montadas com os mesmos padrões de qualidade das originais, substituindo os componentes danificados por novos, agregando menor custo benefício e proporcionando ao cliente a certeza de adquirir um produto com qualidade, confiabilidade e garantia. Adquira conosco o melhor KIT EMBREAGEM REMANUFATURADA DO VEÍCULO CHEVROLET BLAZER 2.8 4X2.

No início dos anos 80 existiam grandes veículos 4×4: Jeep Wagoneer, Ford Bronco, Chevrolet Suburban e Blazer K-5. Mas para aqueles usuários que queriam um veículo utilitário 4×4 mais esportivo e menor, nada existia ainda. Então, a Chevrolet lançou a Blazer S-10 no ano de 1982 como um modelo do ano de 1983 e, assim, deu início a um novo segmento de veículos utilitários de médio porte.

Com base na picape S-10 introduzida um ano antes, a Blazer S-10 compartilhou a maioria de seus componentes internos e externos em todas as suas versões. Construído apenas na versão de duas portas, o peso da Blazer S-10 era de aproximadamente 1450 kg. A Blazer S-10 com a pick-up S-10 visto de frente são idênticos, na parte traseira eles diferem porque a Blazer S-10 é um veículo utilitário com a mesma porta traseira que a pick-up mais a janela traseira vidro.

Foram oferecidas três opções da Blazer S-10: o básico, o Tahoe e o esportivo. A versão BASIC veio com assentos de vinil e piso estofado em borracha; a versão TAHOE veio com certos acessórios externos cromados, como os frisos do pára-choque, uma opção de vinil mais luxuosa, mais opções de estofamento e mais medidores no painel (torpedo); na versão SPORTS surgiu com um interior mais elegante, volante esportivo e no painel com todas as bitolas conhecidas.

Em 1984, um novo pacote off-road foi introduzido, projetado para aqueles usuários que pegariam a Blazer S-10 em estradas ruins, o pacote incluía controle de bloqueio, tanque de gasolina acoplado, ganchos de reboque dianteiros, guincho e pneus maiores. Embreagem hidráulica opcional e controle de cruzeiro para permitir aumento ou diminuição da velocidade fixa em incrementos de 1 mph.

Em 1985 a troca da Blazer S-10, vem de mãos dadas com um novo motor fornecido pela firma Pontiac, um motor 2,5 litros de 4 cilindros com “Tecnologia IV”, injeção eletrônica produzindo 92 HP. Junto com a atualização anterior, o Jimmy S-15 oferece para este ano uma nova máscara preta e cromada, novas lanternas traseiras e maçanetas.

Para o ano de 1986, as revisões dentro da cabine foram imediatas e um painel de instrumentos renovado ou conhecido como torpedo foi encontrado, e a configuração do acabamento das portas. Seguiu-se o motor V6 de 2,8 litros com injeção eletrônica e 4 velocidades, atingindo 110 HP. Um novo emblema dianteiro sob o farol do lado do motorista “2.8 Injeção de Combustível.

Em 1987, uma única correia dentada alimenta o alternador e o ar condicionado opcional, reduzindo os custos de manutenção. As alterações para o Jimmy S-15 foram semelhantes novamente, então uma tira de madeira no quadro e na tapeçaria das portas.

Em 1988, uma única correia do tipo “serpentina” (para o alternador, direção hidráulica e A / C opcional) era boa para uma substituição de 100.000 milhas, o que reduzia os custos de manutenção. O motor de 2,5 litros respirava com mais facilidade por meio de uma sucção redesenhada, mas o desempenho permaneceu o mesmo de antes.

Após cinco anos de produção da Blazer S-10, a General Motors percebeu que 92 HP não era força suficiente para impulsionar um SUV com essas características, então em 1988 o motor V6 de 4.3 litros com 160 HP apareceu pela primeira vez. Como opcional aos existentes. Também apareceram cintos de segurança traseiros e um teto solar manual opcional.

No ano de 1989, eram oferecidos freios ABS apenas nas rodas traseiras, também a opção de limpador de vidro traseiro, o painel de controle eletrônico opcional também aparece com informações como velocidade, tacômetro, nível de combustível entre outros.

Em 1990 a Blazer S-10 tem rivais como o Jeep Cherokee e o Izuzu Tropper, o potente motor V6 de 4,3 litros se tornou o único motor opcional, o V6 de 2,8 litros desaparece. Um painel de instrumentos redesenhado com um voltímetro e medidor de temperatura do motor é apresentado.

Após 7 anos de fabricação da Blazer S-10, o modelo de 4 portas apareceu pela primeira vez em 1991, para lutar e não ser deixado para trás pelo Ford Explorer (também disponível em 2 portas). Este modelo de 4 portas é 18 cm mais comprido que o de 2 portas e significa mais espaço para os passageiros do banco traseiro. O modelo de 4 portas veio com freios ABS nas 4 rodas, mas não o modelo de 2 portas continuou com freios ABS apenas nas rodas traseiras. Outra mudança foram as barras longitudinais laterais de borracha cromada com o emblema nessas barras.

Em 1992 surgiram 3 equipamentos opcionais para a Blazer S-10: um motor V6 reforçado de 4,3 litros de 200 HP; um botão de controle com caixa eletrônica para o 4WD; e estéreo com rádio-CD. Para o modelo de 4 portas foi designada Blazer S-10 LT. Em relação ao Jimmy S-15, uma versão de luxo de 4 portas apareceu com as iniciais SLT, que é basicamente o equivalente ao S-10 LT.

Embora 1994 seja o último ano da primeira geração da Blazer S-10, nenhuma grande mudança ocorreu; Barras laterais nas portas oferecem uma margem adicional de segurança; Velas de ignição de longa duração e várias melhorias de desempenho foram adicionadas ao motor V6.

Em 1995, a Blazer S-10 SUV teve que esperar 11 anos por uma mudança retumbante na carroceria e alguns acessórios. A Blazer Sport não será mais chamado de S-10. Em relação à carroceria, o SUV é mais aerodinâmico, com o nariz mais inclinado e linhas mais arredondadas, ao contrário do antigo, que era mais quadrado.

A distância entre eixos é de 255 cm para a versão de 2 portas e 272 cm para a versão de 4 portas. A largura foi aumentada em aproximadamente 6 cm. O peso era de cerca de 1632 kg para a versão de 2 portas e quase 1860 kg para a versão de 4 portas LT 4WD. Havia versões básicas e completas para o com portas e para o de 4 portas havia as versões LS e LT.

Procurando o KIT EMBREAGEM REMANUFATURADA DO VEÍCULO CHEVROLET BLAZER 2.8 4X2 T.D. …-11. Conte conosco para atendê-lo. Temos a melhor embreagem remanufaturada do Brasil!!!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *